segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

O Terrorista / O Herói - Lino Machado

De: Lino Machado

“Aqui
à beira do cais
onde faz pouco explodiu
o navio cargueiro
ninguém mais
admite
(incógnita: só eu)
que ainda cogita
ganhar o Prêmio Dinamite
da Paz.


Aqui
à beira do cais
ou seria perto
da sala VIP
daquele aeroporto?


Não importa.
Num caso ou noutro
nunca sumirá
a cicatriz – mire bem:
que trago a mais
no meu rosto.”

Obtido em http://www.revistacalcada.com.br/revista/poemas/o-terroristao-heroi/#more-104

Devo dizer que a internet tem sido uma grande aliada na construção deste blog. Não conhecia o Lino Machado e assim, sem mais nem menos, colocando umas palavras no google, eis que surge essa instigante poesia. Há muita gente em busca desse Prêmio Dinamite da Paz. Quantas marcas e cicatrizes provocadas pelos que fazem a guerra em nome da paz. Será essa a sina do homem?
Por
F@bio